Cities of translators cidade / city / cité (1963 / 2003)
de br

cidade / city / cité (1963 / 2003)

Externer Inhalt
Ich bin damit einverstanden, dass mir externe Inhalte von www.youtube.com angezeigt werden. Damit werden personenbezogene Daten an Drittplattformen übermittelt. TOLEDO hat darauf keinen Einfluss. Näheres dazu lesen Sie in unserer Datenschutzerklärung.

© Augusto de Campos. “cidade / city / cité” (1963) em versão incluída no CD-ROM Clip-Poemas 1997-2003, anexo ao livro Não (São Paulo: Editora Perspectiva, 2003).

PDF

Augusto de Campos é poeta, tradutor, ensaísta, crítico de literatura e música. Em 1951, publicou o seu primeiro livro de poemas, o rei menos o reino. Em 1952, com seu irmão Haroldo de Campos e Décio Pignatari, lançou a revista literária Noigandres, origem do Grupo Noigandres que iniciou o movimento internacional da Poesia Concreta no Brasil. Em 1956, participou da organização da Primeira Exposição Nacional de Arte Concreta (Artes Plásticas e Poesia), realizada no Museu de Arte Moderna de São Paulo. Sua obra veio a ser incluída, posteriormente, em muitas mostras, bem como em antologias internacionais como as publicações Concrete Poetry: an International Anthology, organizada por Stephen Bann (Londres, 1967), Concrete Poetry: a World View, por Mary Ellen Solt (University of Bloomington, Indiana, 1968), entre outras. Sua obra inclui as coletâneas de poesia viva vaia (1979), despoesia (1994), não (2003) e outro (2015), além dos livros-objeto poemóbiles e caixa preta, em colaboração com Julio Plaza, publicados em 1974 e 1975, respectivamente. Traduziu poetas como os trovadores provençais, Anna Akhmátova, Dante Alighieri, Alexander Blok, Lord Byron, Jorge Luis Borges, Guido Cavalcanti, Hart Crane, e.e. cummings, Emily Dickinson, John Donne, Paul Fleming, Friedrich Hölderlin, Arno Holz, Gerard Manley Hopkins, Serguei Iessienin, James Joyce, Quirinus Kuhlmann, Vladimir Maiakóvski, Ossip Mandelstam, Marianne Moore, Christian Morgenstern, Boris Pasternak, Sylvia Plath, Ezra Pound, Rainer Maria Rilke, Arthur Rimbaud, Angelus Silesius, Kurt Schwitters, Gertrude Stein, Wallace Stevens, August Stramm, Dylan Thomas, Paul Valéry, William Butler Yeats, Marina Tsvetáieva.